Saiba como dar banho em gato e os cuidados necessários

Saiba como dar banho em gato e os cuidados necessários

Existe uma questão muito debatida e que deixa em dúvida alguns tutores de felinos. Afinal, dar ou não banho em gato? A resposta é: depende. Pois, alguns fatores devem ser avaliados para que você se decida.

Motivos, como gatos muito peludos e que ingerem muito pelo ao se higienizarem, os idosos, que já não dão conta dessa prática, aqueles que têm o hábito das “voltinhas” e retornam sujos, entre outras razões.

Na verdade, os gatos realizam sua própria higiene se lambendo. Esse é um hábito felino largamente conhecido, principalmente, por quem tem ou já teve esse animal de estimação. Sua língua é coberta por papilas — que são pequenas saliências pontudas com aspecto de lixa e que realmente removem a sujeira e os pelos mortos. Esse hábito faz com que se mantenham sempre limpos e cheirosos!

Neste post, vamos falar sobre as situações em que o banho se torna necessário para o gato, bem como a forma que ele deve ser realizado nesse pet. Continue sua leitura e confira!

Como a língua do gato funciona no momento em que ele se lambe?

Se você já recebeu uma lambida de seu gatinho, deve saber o quanto sua língua é áspera, assemelhando-se ao velcro, não é mesmo?

Se você a observar de perto verá que diferentemente das papilas gustativas humanas, que são redondas e macias, as do felino se parecem com espinhos pontudos e inclinados.

Na verdade, essa característica possibilita desfazer qualquer nó que se apresente no pelo do bichano, além de, é claro, remover toda a sujidade.

O banho em gato pode causar estresse ao felino?

De fato, é bem provável que seu gatinho se estresse ao tomar banho, principalmente se ele não tem esse hábito desde filhote.

O gato, na sua essência, tem aversão à água, pelo menos a maioria deles. Se ele já odeia respingos, imagina um banho. No entanto, em algumas situações esse ritual se faz necessário e obriga o tutor a fazê-lo, mesmo à custa de muito estresse de ambos os lados.

Em quais situações o gato deve tomar banho?

Como o gato faz sua própria higiene, uma grande parte dos tutores não dá banho em seus gatos. No entanto, existem situações em que esse hábito deve ser seguido sim. Confira quais são elas!

  • gatos muito peludos: pets com a pelagem farta e longa, como o persa, o angorá, o ragdool ou mesmo aqueles sem raça definida, mas que têm pelo em abundância, devem sim, de vez em quando, tomar um banho. O motivo principal é que na hora da higienização esses felinos ingerem muito pelo, o que lhes é extremamente prejudicial à saúde — podendo causar a tão temida bola de pelo que pode obstruir o intestino;
  • gatos idosos: muitas vezes os bichanos com mais idade não têm a mesma disposição que os mais novos de se higienizarem. Sendo assim, em algumas situações eles não se mantêm tão limpos como deviam e acabam apresentando bolas de pelo e sujidades, que podem ser removidas por meio de um banho, preferencialmente o seco — visto que este causará menos estresse ao bichano;
  • gatos que dão “voltinhas”: não são aconselháveis as famosas “voltinhas”. No entanto, para alguns tutores, trata-se de uma situação incontrolável, principalmente para aqueles que os criam em casas com acesso à rua. Nesses casos, existem medidas para evitar que eles peguem doenças, como a utilização de alguns produtos, por meio da vermifugação semestral e da vacinação (que deve estar sempre em dia, mesmo para os que se mantêm em apartamentos). O banho nesses animais é imprescindível;
  • gatos doentes: felinos com algumas doenças devem tomar banho sim, principalmente pela debilidade na qual se encontram e os tornam mais fracos para fazerem sua higienização. Contudo, o banho deve ser com todo cuidado, evitando estresse. Muitos optam pelo banho seco para evitar situações de ansiedade e agitação por parte do felino.

Como dar banho em gato?

Confira o passo a passo para dar um banho com menos estresse possível:

  1. coloque o gato em um recipiente, preferencialmente uma banheira ou bacia grande. se o bichinho tem aversão à água, mantenha o local vazio;
  2. com a ajuda de uma mangueira ou recipiente, vá jogando água morna sobre o felino aos poucos, usar o chuveiro pode assustá-lo, por isso você deve evitá-lo;
  3. se seu bichano possui brinquedos dos quais gosta muito, distraia-o com eles. isso pode deixar esse momento mais tranquilo;
  4. evite ensaboar muito o gato — principalmente se ele não gosta de água — pois, depois você necessitará de uma quantidade muito grande para enxaguá-lo;
  5. aplique o xampu suavemente, como se estivesse acariciando seu felino;
  6. não use sabonete no rosto do pet, sob o risco de penetrar nos olhos e causar irritação.
  7. por fim, seque seu gatinho suavemente com uma toalha e penteie o pelo, se o gato tiver pelo longo;
  8. após todo esse estresse, agrade seu bichano com brincadeiras, mimos e petiscos.

Dicas importantes:

Algumas dicas valem a pena serem repassadas aos tutores. Confira:

  • penteie seu gato diariamente, essa medida evitará que ele ingira muito pelo;
  • evite, mesmo que você more em casa, que seu gato saia. Ele poderá ser atropelado, ser envenenado e contrair doenças que não são protegidas pela vacinação, como a esporotricose, que é uma micose causada por um fungo e ele pode contraí-la ao brigar com outros gatos;
  • não dê banho em filhotes com menos de oito meses, até essa fase, se necessitar banhá-los, prefira o seco;
  • leve seu gato semestralmente ao veterinário para ser vermifugado e colocar em dia a vacinação, se for o caso.

Com que frequência você deve dar banho em gatos?

Não é recomendado lavar os felinos com muita frequência, isso pode ocasionar a perda da gordura natural que protege a pele dos bichanos. Banhos que não tenham urgência podem ser dados com intervalos maiores, visto que os gatos, como já mencionamos neste artigo, higienizam-se sozinhos.

Na verdade, existe uma variação entre os banhos, que pode ser de 5 semanas a seis meses. Consulte seu veterinário de confiança para que ele lhe dê as devidas orientações e estabeleça uma periodicidade.

Como você pôde verificar neste post, em algumas situações banho em gato é necessário e pode ser dado se o tutor assim preferir. Apenas ao escolher os produtos, prefira aqueles de boa qualidade e na hora do banho tome cuidado para não causar estresse em demasia ao seu felino. Ok?

Gostou deste post? Suas dúvidas foram elucidadas? Que tal, então, aproveitar a visita e assinar nossa newsletter? Assim, você receberá na sua caixa de entrada todas as nossas atualizações. Estamos sempre produzindo conteúdos relevantes para nossos leitores!

Fique por dentro das novidades