Já ouviu falar em groomer de cachorros

A estética animal está cada vez mais em alta atualmente. Esse é um mercado em constante crescimento, repleto de produtos específicos para diferentes necessidades dos bichinhos. Além disso, ainda existe uma alta demanda por profissionais que prestam serviços e cuidados especializados. Entre eles, está o groomer.

Esse termo em inglês, a princípio, pode soar estranho aos ouvidos, porém basta uma procura atenta para perceber que os pet shops investem pesado nessa figura, cujo trabalho se aproxima um pouco do que o tosador faz. Contudo, diferenças e diferenciais existem, e é interessante conhecê-los para saber o que pode ser mais interessante para cada raça de cães ou gatos.

Quer entender melhor sobre essa tendência e saber mais sobre quais são as atividades que ela abrange? Neste artigo você pode tirar todas as suas dúvidas e ainda aprender sobre outros detalhes que envolvem o tema. Confira!

O que faz um groomer de cachorros?

É possível dizer que o groomer é uma espécie de cabeleireiro dos animais de estimação. Esse profissional precisa ser altamente capacitado, porque seu trabalho não é apenas aparar pelos ou decidir o melhor corte para raças de pelos longos.

Ele também se dedica a toda a estética da pelagem canina e felina. Isso inclui fazer tratamentos e penteados para valorizar ainda mais os bichinhos e deixá-los mais bonitos. Essa profissão é regulamentada desde 2002, mas já existe há muito tempo.

Os groomers costumam ser reconhecidos também porque seu trabalho é minucioso e pode até mesmo render prêmios de reconhecimento dentro do mercado pet. Essa atividade também requer muito estudo. Para se adequar a todas as tendências do momento, é fundamental realizar vários cursos e aprender técnicas diferenciadas, até mesmo para se destacar perante a concorrência.

Qual é a diferença entre groomer, banhista e tosador?

A diferença entre esses três profissionais é, de certa forma, sutil. Mas é importante citá-las para que fique claro que cada uma tem um objetivo diferente, embora estejam abarcadas no campo de estética animal. Vamos lá?

O groomer

O groomer é responsável por procedimentos estéticos mais elaborados e sofisticados. Ele também é mais indicado para raças específicas como lhasa apso, shih-tsu, maltês e outras de pelagem longa, que pedem cuidados especiais.

Além disso, sua atividade é totalmente ligada a proporcionar padrões estéticos para os pets. Isso quer dizer cortes diferenciados, tratamentos para pets que participam de exposições e técnicas que transformem a aparência do animalzinho sem deixar seu bem-estar de lado.

O banhista

O banhista, por sua vez, tem como função dar banho e higienizar o pet. Ele é quem passa todos os produtos na pelagem do animal: shampoo, condicionador, máscaras e ampolas de hidratação. Além disso, também tem a tarefa de cortar unhas, limpar ouvidos e tomar conta de outros procedimentos menores de higienização.

Basicamente, ele prepara o animal para o groomer ou para o tosador. Depois que esses profissionais trabalham, ele ainda pode entrar em cena novamente para finalização, em processos como a hidratação das patinhas.

O tosador

O tosador, basicamente, é quase a mesma coisa de um groomer. Ele pode ou não ter muitas técnicas, cursos e especializações. Só que, em geral, costuma fazer tosas e cortes mais simples, sem tanto apelo estético.

Se dá bem com raças que não exigem tantos cuidados específicos, mas também pode estar apto para trabalhar com pelagens mais complexas. O título, na verdade, depende apenas de sua dedicação ao ramo e do que ele mais gosta de fazer.

Como se tornar um groomer e ficar por dentro das tendências dessa profissão?

Para se tornar um groomer de sucesso, algumas questões precisam ser estudadas com muito afinco. Essa é uma profissão que exige bastante esforço, foco, paciência e, principalmente, amor aos bichinhos. Aqui estão algumas dicas sobre como crescer nessa área e o que fazer para acompanhar as tendências que se transformam com o passar do tempo.

As características de um bom groomer

Um bom groomer faz mais do que cuidar do pelo do animal. Ele também se preocupa em analisar a raça, a pele e a pelagem do pet em busca de identificar as melhores soluções para ele, além de se ater a outros detalhes que o tutor possa não ter percebido, como lesões e alergias.

Ele também se preocupa em estabelecer um relacionamento saudável com os donos. Assim, pode traçar um histórico daquele bichinho, acompanhar sua evolução e descobrir quais produtos são mais indicados para conservar e incentivar a saúde dele.

Outro detalhe importante é o conhecimento sobre comportamento animal. Afinal, cada cliente pet tem um gênio e uma criação, e é fundamental conquistá-lo logo no primeiro contato. Por fim, mas não menos importante, esse profissional deve estar atento ao mercado de modo geral, inclusive para trazer novidades para seu trabalho.

O mercado para groomers

De fato, não é fácil encontrar profissionais altamente qualificados nesse mercado. Sendo assim, esta é uma grande oportunidade para quem realmente quer aprender e evoluir nessa função. Os donos estão cada vez mais interessados em serviços especiais e de maior qualidade, prestados por pessoas confiáveis e que realmente entendam do assunto.

O segmento dos felinos também é promissor: mesmo que esses animais sejam mais independentes, tutores estão bastante determinados a proporcionar igual higiene e mais tratamentos aos bichanos.

Não se esqueça de que quem procura por um groomer está disposto a desembolsar um valor maior pelo serviço. Portanto, é muito importante que você invista em técnicas e tenha um nicho de atendimento bem definido para poder agradar a seus clientes e oferecer um serviço totalmente personalizado. Com essas dicas, é possível ter chances promissoras de se destacar no setor e lucrar muito.

Pronto! Agora que você já sabe tudo sobre o trabalho de um groomer, consegue perceber melhor os motivos pelos quais ele está ainda mais solicitado e conhecido por todo o Brasil, certo? Vale a pena se especializar e trabalhar com muitos diferenciais que agregam qualidade ao seu serviço.

Esse é apenas um detalhe para quem pretende realmente se estabelecer nesse ramo tão próspero. Se você deseja se aprofundar mais nessa questão, confira aqui como montar um pet shop de sucesso e mãos à obra!