Confira 8 tendências do mercado pet em 2019 - docg.

Confira 8 tendências do mercado pet em 2019

O mercado pet está em constante crescimento. Cada vez mais os brasileiros valorizam ter animais de estimação em casa e é difícil encontrarmos algum lar sem cães ou gatos. A humanização no tratamento dos peludos é algo cada vez mais comum entre os tutores.

O fato é que o Brasil foi considerado, por meio de uma estatística, o segundo país em população de cães, gatos e aves, e o quarto em total de animais de estimação. Em 2019, estes números tendem a aumentar e o mercado, certamente, crescerá junto.

Os investimentos são enormes. São produtos e serviços de todos os tipos, como rações, cosméticos, adestramento, banho e tosa — tudo para tornar mais confortável a vida dos pets e de seus donos.

Continue a leitura deste post e confira as tendências do mercado pet para 2019!

1. Comidas e produtos orgânicos

Atualmente, buscamos versões de nossos hábitos para os animais de estimação. A alimentação saudável é um deles e ganha mais destaque a cada dia. Os produtos naturais estão em alta no mercado pet e são uma forte tendência para 2019.

Um dos motivos para isso é a inclusão de aditivos químicos na composição das rações. Essas substâncias são incorporadas com o objetivo de conferir alguma característica desejável, como aroma, textura, cor, estabilidade ou resistência à composição. No entanto, são nocivas à saúde do pet e ao meio ambiente.

Os aditivos mais comuns são os corantes, exaltadores de sabor ou palatizantes, conservantes, agentes emulsificantes, antioxidantes, substâncias gelificantes, estabilizantes e espessantes.

As empresas que investem na alimentação de animais de estimação estão convencidas da necessidade de produzirem alimentos orgânicos, que ofereçam poucos riscos para a saúde e não agridam o meio ambiente.

Exemplo disso são as novidades previstas no mercado de rações. Já existem várias marcas orgânicas e uma grande tendência é a ausência de glúten em suas composições.

Isso porque existe a doença celíaca em cães causada pela intolerância ao glúten, proteína encontrada na cevada, trigo, centeio e aveia. Nos pets, assim como no ser humano, ela prejudica o funcionamento do intestino delgado. Seus sintomas são diarreia ou prisão de ventre, perda de peso e fraqueza, entre outros.

2. Cosméticos diferenciados

Outro hábito que se tornou mania entre os tutores é a valorização dos cuidados com os pelos e a pele dos animais. Banhos e tosas são serviços que se mantêm em alta, visto que, dessa forma, é possível deixar os animais saudáveis e cheirosos.

No entanto, a grande novidade nesse setor é a chegada de linhas cosméticas mais naturais. Elas já são tendência entre humanos e agora chegam com tudo no mundo dos animais.

Exemplo disso são os produtos cosméticos fabricados sem óleo mineral e vaselina, derivados do petróleo que absorvem as impurezas do ar, agredindo, dessa forma, os pelos e a pele dos animais.

Esses novos cosméticos também são livres de parabenos, conservantes utilizados para proteger as formulações dos produtos. Essas substâncias, além de desencadearem alergias, irritações e sensibilidade cutânea devido à sua ação antibacteriana e antifúngica, estão relacionadas ao desenvolvimento de câncer. Por isso, evitá-las só fará bem aos peludos.

Atualmente, é possível encontrar empresas que se dedicam a oferecer produtos autênticos e diferenciados para os pets, como shampoos e condicionadores para vários tipos de fios e com finalidades específicas.

Outras tendências em cosméticos são banho a seco e linhas específicas para filhotes; tudo isso com possibilidade de comprar online, no conforto de sua casa.

3. Plano de saúde

Os animais são vistos como membros da família. A preocupação com a saúde dos peludos é um fato e os tutores investem em serviços que possam facilitar os cuidados com eles. Prova disso é o surgimento de planos de saúde para animais de estimação.

Podemos relacionar alguns bons motivos para esse crescimento:

  • os donos se preocupam muito com a saúde de seus pets e os levam com muita frequência a consultas e exames;
  • os animais vivem mais e necessitam de mais cuidados;
  • exames específicos tornam alguns tratamentos bem caros e isso leva alguns tutores a recorrerem aos planos para diminuírem seus gastos.

4. Alimentação gourmet sazonal

Qual o cachorro que não gosta de comer aqueles alimentos proibidos para eles, não é mesmo? Não damos porque sabemos que fazem mal. Mas uma das tendências que já começaram a se espalhar por aqui são os lanchinhos servidos para cães em ocasiões especiais, como aniversários e festinhas em geral.

Para que nossos peludos consigam comemorar com a gente as datas importantes, algumas empresas começaram a produzir alimentos diferentes para animais, como bolos, ovos de chocolate e até panetones. Tudo isso feito especialmente para eles, com ingredientes específicos que não fazem mal.

5. Serviços especializados

O setor de serviços está em alta no mercado pet, desde terapias até ensaios fotográficos. Tudo para o bem-estar do animal de estimação e, muitas vezes, o conforto do tutor.

Confira alguns serviços especializados:

  • fisioterapia animal;
  • reiki;
  • massagem;
  • creche;
  • adestramento;
  • ensaios fotográficos.

6. Itens que garantem o enriquecimento ambiental

Nos pets shops, podemos encontrar muitas novidades em produtos para o descanso e conforto de nossos animais de estimação, como sofás, caminhas box, arranhadores com rede e cabaninhas. Inclusive, são tantas opções que ficamos na dúvida de quais escolher!

Esse mercado continua em alta e promete se manter em 2019, visto que os tutores investem no conforto de seus pets. Atualmente, o enriquecimento ambiental  que consiste em tornar a casa mais interessante e confortável para os animais  é muito incentivado por especialistas e veterinários, pois garante que eles mantenham seus instintos básicos.

Os animais que vivem em apartamentos muitas vezes acabam ficando sedentários por não terem opções. O enriquecimento ambiental pode tornar um apartamento altamente interessante para as atividades de gatos, por exemplo, bastando alguns aparatos para que subam e se movimentem mais.

7. Mobile Pet Grooming

Trata-se de um serviço inovador que promete ser tendência por aqui, como é nos Estados Unidos. Consiste em veículos que vão até a casa dos clientes para oferecer tratamentos para animais, como banho, tosa e veterinária.

É, na verdade, uma praticidade para quem não dispõe de tempo para essas tarefas. Ideal também para quem não gosta de expor seu peludo ao estresse de um pet shop, que é muito movimentado e recebe outros animais que fazem barulho — alguns ficam bem nervosos com isso.

8. Dog walker

Os veterinários alertam sobre a necessidade dos cachorros passearem todos os dias. Essa medida evita que eles se tornem ansiosos e estressados, além de evitar a obesidade, que é bem comum em cães sedentários.

Pelo fato de muitos cães morarem em apartamentos, torna-se necessária a função do dog walker, ou seja, o profissional que passeia com eles.

Gostou destas tendências do mercado pet para 2019? Agora é só aguardar e esperar as novidades de produtos e serviços que vêm por aí!

Gostou deste post sobre as novidades do mercado pet? Então, aproveite a visita ao nosso blog para assinar a nossa newsletter e receba as nossas atualizações diretamente na sua caixa de entrada de e-mails!

Fique por dentro das novidades