Afinal, como alimentar corretamente um filhote de cachorro? - docg.

Afinal, como alimentar corretamente um filhote de cachorro?

Os filhotes, de forma geral, necessitam de muitos cuidados com a alimentação. Todas as fases precisam ser respeitadas, como a amamentação, o desmame e a inclusão das rações úmida e seca, até chegarem à idade adulta. Saber como alimentar adequadamente um filhote de cachorro vai garantir mais saúde ao pet.

Os primeiros dias são fundamentais: recebem imunidade por intermédio do leite materno. Por isso, a amamentação deve ser respeitada e precisa de muita atenção para que não seja interrompida antes da hora.

Da mesma forma, o desmame requer cuidados, já que o leite materno não pode ser retirado de uma só vez, pois necessitam de adaptação para que ocorra a inclusão de alimentos sólidos. O ideal é intercalar mamadas e papinhas — e aos poucos a ração.

Neste artigo, você vai aprender como alimentar um filhote de cachorro. Continue a leitura e acompanhe o que deve ser feito nessa fase da vida dos pets!

Como manter a amamentação no tempo correto?

Alguns cuidados são necessários durante a amamentação, já que é nesse período que o filhote recebe todos os nutrientes necessários para essa fase da vida. Nesse momento, é muito importante não estressar a mãe, já que ela tende a ser mais agressiva para proteger sua ninhada. Por essa razão, evite mexer muito nos filhotes. Não se preocupe, pois ela fará toda a higienização — os cuidados da mãe com os filhotes são instintivos.

Escolha um local calmo e silencioso para que a amamentação ocorra tranquilamente. Essa fase dura em média 30 dias, que é quando começam a surgir os primeiros dentinhos e eles já se interessam por explorar o ambiente. Nessa fase, também começa o interesse pela água e por alimentos mais sólidos.

Quando ocorre o desmame?

No desmame, que ocorre entre 3 e 6 semanas de vida, o leite já não fornece todos os nutrientes necessários para o crescimento saudável do filhote. Por isso, é preciso prudência para que essa transição na alimentação seja feita de forma adequada.

O primeiro cuidado que os tutores devem tomar é evitar que os bebês comam a ração da mãe, pois é nessa fase que já começam a se interessar por alimentos sólidos e comem tudo o que veem pela frente.

Não é aconselhável dar ração de adultos para filhotes, visto que eles não receberão os nutrientes adequados para essa fase. Alimentar o cão de acordo com cada estágio de vida é essencial para a manutenção da saúde e a garantia do seu bom desenvolvimento.

Nesse período de crescimento do cão, ele precisa de uma dieta apropriada e o alimento sólido deve ser oferecido aos poucos, desde que seja específico para filhotes. No entanto, o leite ainda é mantido em menor quantidade — eles ainda sentem a necessidade das mamadas.

Como acostumar o filhote aos alimentos sólidos no desmame?

Para que o filhote se acostume aos poucos com o alimento sólido, é preciso cautela e ir, gradativamente, aumentando a solidez do alimento. Uma dica é incluir inicialmente a papinha de desmame, que não é totalmente líquida, nem tampouco sólida, mas é um começo para que ele se acostume gradualmente com as novas consistências.

Existem no mercado opções de diversas marcas. A papinha deve ser servida, inicialmente, diluída em um pouco de água. Dessa forma, ele vai se adaptando às novas texturas da alimentação até chegar àquela totalmente sólida.

Por que não desmamar os filhotes de uma vez?

Além de ocorrer uma mudança brusca na alimentação, da líquida para a sólida, existe uma inclusão de nutrientes, o que também requer uma adaptação progressiva. Por isso, simultaneamente eles devem continuar tomando o leite materno, porém em menor quantidade.

Nunca ofereça o leite de vaca aos filhotes, pois os cãozinhos não contam com uma enzima que consegue digerir bem esse alimento e, certamente, apresentarão sintomas como diarreia, cólicas ou flatulência, causando problemas aos pets e a você.

Como fazer a transição do alimento líquido para o sólido?

Como já falamos, na transição, o filhote se alimenta com ração úmida e por meio da amamentação. Aos poucos, o animal naturalmente vai deixando de mamar, até parar por completo. Nesse meio tempo, você poderá entrar com a ração semiúmida até começar a oferecer somente a seca.

O período ideal para começar a dar ração seca para os filhotes é após os três meses de vida, que é o momento em que o filhote já está com seus dentinhos mais firmes e fortes e terá, dessa forma, mais facilidade para mastigar.

Qual a quantidade de ração que devemos oferecer ao filhote?

Os filhotes usualmente gastam muita energia, por isso precisam, além de dormir bastante, consumir a quantidade certa de alimento para que possam brincar e crescer saudáveis.

O filhote deve ingerir, por dia, entre 20% e 30% de proteínas para ficar bem nutrido e manter um crescimento sadio. Por isso, investir em uma ração de qualidade com os níveis ideais de proteína da carne é fundamental.

A quantidade diária a ser oferecida para o filhote é muito importante. As porções diárias recomendadas por peso são informadas nas embalagens dos produtos. No entanto, é interessante que durante as consultas ao veterinário, o profissional faça a sua recomendação para que o cãozinho cresça sem problemas.

No geral, os filhotes devem comer em porções pequenas e várias vezes ao dia. Não devemos acostumá-los a comer grandes quantidades de uma só vez. Geralmente, o recomendável é de 2 a 3 vezes ao dia.

Quando um cão se torna adulto?

Um cão se torna adulto em média com 12 meses. No entanto, esse tempo pode variar de um cão para o outro. Por exemplo, em raças pequenas, um cachorro é considerado adulto entre os 9 meses e 1 ano de idade. Nas raças médias, é comum que atinja essa fase entre 1 ano a um ano e meio. Já nas raças grandes e gigantes como Dogue Alemão, Terra Nova, São Bernardo e Bullmastiff, a vida adulta começa em média aos 2 anos.

Qual a diferença entre a ração para cão filhote e a para o cão adulto?

Uma das maiores diferenças entre o alimento para os cães filhotes e para os adultos é a concentração dos nutrientes. Por crescerem de forma acelerada, os pets precisam de doses elevadas de proteínas e gorduras na infância, além de nutrientes como fibras, vitaminas, ômega 6 e o DHA — importante para o desenvolvimento cognitivo do animal —, especialmente indicados para essa etapa da vida do cachorro.

Viu como alimentar um filhote de cachorro depende de muitos cuidados para que ele cresça forte e saudável? Siga nossas dicas e alimente adequadamente seu cãozinho nessa fase tão especial, em que ele cresce tão rápido e necessita de muitos cuidados e vários nutrientes!

Gostou desse post sobre como alimentar cachorros? Então, continue conosco na visita e leia agora mesmo o texto “Como escolher a ração de seu pet!”.

Fique por dentro das novidades