7 razões para você trabalhar com que ama - docg.

7 razões para você trabalhar com que ama

A busca pela harmonia entre a vida pessoal e a profissional é uma constante. O meio pelo qual esse equilíbrio se dá pode ser constatado quando observamos a forma como trabalhar com o que ama reflete positivamente em todos os setores da vida.

Conforme as gerações foram avançando, um fenômeno aconteceu: as pessoas começaram a sentir que a alta qualidade de vida está mais atrelada ao quanto se está satisfeito com a própria vivência do que com uma suposta estabilidade ou status social.

Assim, torna-se cada vez mais urgente que o mercado se modifique para acompanhar esse desenvolvimento  pessoas e empresas se relacionando de forma compatível e saudável. Os seus princípios devem conversar com a sua profissão e com a cultura organizacional da qual você faz parte.

Pensando em lhe orientar e inspirar dentro dessa situação que pode ser conflitante, neste post falaremos sobre os benefícios obtidos quando a sua atuação profissional se alinha ao seu propósito de vida e realização pessoal. Para isso, listamos 7 motivos para você trabalhar com o que ama. Acompanhe!

1. Torna a sua vida mais saudável

O trabalho pode ser causa de muito estresse para quem leva a atividade como uma mera obrigação para sobreviver. Quando você se dedica a algo que seja relevante, isso move a sua vida e traz motivação, de modo que esse peso desaparece de seus ombros.

Sendo assim, o setor profissional influencia todo o resto, fazendo com que um equilíbrio natural se instale no seu cotidiano. Como sentimentos de infelicidade e insuficiência não tem mais espaço nessa área, o bem-estar se eleva, refletindo em tudo que diz respeito a você.

2. Realiza você em diversos setores

Você já quis muito uma coisa ou recebeu um presente tão especial que, quando conseguiu, se sentiu abençoado e contemplado? Imagine sentir isso no dia a dia. Pense como é bom poder fazer o que você gosta, diariamente, tendo contato direto e frequente com essa atividade.

Há uma frase famosa que diz que o trabalho dignifica o homem. Quando você trabalha com o que ama, a consciência que você tem do seu próprio valor se expande. Você se reconhece como uma pessoa importante e situada no aqui e no agora, sentindo algo bastante precioso: pertencimento.

3. Faz com que você se sinta livre

Sabe quando o único motivo que você tem para fazer algo é que você realmente precisa fazer e não tem outra opção viável? Não há nada mais desanimador do que não sentir vontade de realizar alguma tarefa e ter que empurrar com a barriga.

É isso que acontece quando não nos encaixamos numa área, ambiente de trabalho ou na função exercida. É totalmente libertador quando conseguimos quebrar esse ciclo de conformismo e assumir, com coragem, o rumo do próprio caminho.

4. Aumenta a sua produtividade

Quando ama o que faz, você tem zelo pela execução das suas funções, desempenhando melhor as atividades propostas. Isso faz com que alcançar metas e entregar resultados de alta performance seja natural. Desenvolver-se dentro do que lhe inspira faz com que você se sinta ainda mais motivado.

Conforme você executa suas tarefas com prazer, o trabalho flui, dando resultados espetaculares — mesmo que a longo prazo —, seja em maior escala no sentido financeiro, seja mais aparente no sentido subjetivo de cada conquista alcançada. Ver os frutos do seu trabalho é indescritivelmente recompensador!

5. Significa um passo no seu crescimento pessoal

O aprimoramento constante é a base para o crescimento pessoal de qualquer indivíduo. Nesse cenário, alinhar os seus interesses aos seus planos é, sem dúvida, coisa de gente grande. Converta seus ideais em metas, traçando ações menores para superá-las.

Lembre-se: planejamento é importante. Siga seu coração, mas não ignore seu cérebro. É importante que o seu lado mais íntimo e essencial tenha respaldo da razão para tornar a realização possível, de forma organizada.

6. Ensina lições sobre você mesmo

Que bom é olhar para si mesmo e se orgulhar! Trabalhar com o que você ama faz com que o contato com o seu eu seja muito mais próximo. Você passa mais tempo convivendo com o que realmente diz respeito aos seus objetivos de vida.

Poder ter um relacionamento saudável com a sua própria vida não tem preço. Isso inclui estar confiante com relação às decisões que toma quando define pilares e fundamentos que vão sustentar toda a sua experiência e vivência  como é o caso da área profissional.

7. Serve de exemplo para quem tem um sonho

Empreendedorismo não é uma palavra que tem recebido tanto estrelato à toa. Quanto maiores os sonhos das pessoas, mais ferramentas são trabalhadas e desenvolvidas — pelas próprias pessoas ou por outros sonhadores — para que eles sejam possíveis. Essas pessoas influenciam outras na busca pela felicidade.

Quando já se sabe a área de afinidade, o grande momento de conflito é a decisão que leva ao primeiro passo na direção do que você ama. Conseguir fazer isso é, de certa forma, começar a construir um legado que vai inspirar outras pessoas que estão na mesma posição que você esteve. Na repetição deste ciclo, vemos impérios sendo construídos.

É essencial que você busque informações sobre o setor onde quer atuar, se informando sobre quem pode ser seu parceiro nessa empreitada. Faça uma boa análise do mercado no qual quer se inserir e coloque em pauta as suas habilidades e competências.

Não existe uma fórmula mágica ou receita milagrosa, pois cada pessoa tem o seu momento e o seu modo de lidar com mudanças. O principal fator a ser considerado é o trabalho persistente na viabilidade da paixão que você tem como atividade econômica.

O que você quer fazer? Do que gosta? Como gostaria de viver seus dias? Quais são os assuntos que você domina? Junte toda essa bagagem, estruture-se e comece a trilhar a rota necessária para trabalhar com o que ama!

Se você ainda não se convenceu, devido à insegurança relacionada ao momento instável do mercado, aproveite a visita e veja como driblar a crise e ganhar dinheiro não deixe que isso seja uma barreira intransponível!

Fique por dentro das novidades